2 de dezembro de 2015

Resenha: Como eu era antes de você

Ler esse livro só me fez relembrar que não devemos julgar um livro pela capa, pela fama, se é modinha ou não, e que em cada livro há lições únicas que só são passadas para quem está aberto. Lembro que não queria ler esse livro por nada nesse mundo, que não aguentava nem ouvir falar dele, que quando falavam do filme já ficava resmungando. Agora, só quem conhece a história provavelmente sabe como estou me sentindo agora. Destruída. Querendo mais. Querendo chorar. Incapaz de pensar em outra coisa.

Como eu era antes de você me fez ir dormir às 4 da manhã e algumas horas depois acordar já querendo saber do resto. E eu sinto que amadureci junto com a protagonista, que aprendi muitas lições. Essa é com certeza uma leitura que será repetida no futuro.

O prólogo fala de um homem, que parece ser aventureiro, másculo, dono de si. Então acontece o acidente.

A partir daí conhecemos a Louisa (adoro esse nome) Clark, que é toda diferente, usa roupas animadas demais e é um tanto falante. Ela trabalha num café a muitos anos, ela adora trabalhar lá, apesar de quase não sobrar dinheiro pois a família depende quase que só dela, entretanto, o café chegou ao seu fim e Lou fica desempregada.

Na busca constante por emprego e seu pai a beira da demissão, Lou vai a uma entrevista, um tanto relutante, sem saber que isso mudará sua vida. Nesse emprego, onde foi aceita, ela terá de ser cuidadora de um tetraplégico. Apenas o observar, dar comida já que ele não move os membros superiores também, conversar. Porém para isso foi necessário tempo, ele era bem difícil de se lidar.

Lembra daquele rapaz do prólogo? Pois é, é ele. Will Trainor. Amava viajar, saltar de aviões, escalar montanhas, fazer sexo. Imaginem um homem assim posto numa cadeira de rodas pro resto da vida? É claro que ele já havia tentado suicídio, não é nenhuma surpresa.

Mas Lou ficou muito abatida com uma coisa que descobriu. Ela já havia se tornado amiga dele, começado a gostar dele, e descobriu algo terrível. Quis sair do emprego, mas depois voltou com a proposta de que ia fazê-lo mudar de ideia. 

Apoiada, ela voltou toda sua atenção para isso. O trabalho de cuidadora se tornou outra coisa, mais forte que amizade. Ela começou a sair com ele, ir a lugares legais. Ele indicava livros a ela, a provocava, eles gostavam disso. Ele estava mudando, e ela também. Ele a incentivava, fazia-a pensar, ela se tornou mais madura, mais organizada e inteligente.

Eu podia passar a noite toda olhando para ele. Para o brilho no canto dos seus olhos. Para o lugar onde o pescoço encontrava o ombro.
- O quê?
- Às vezes, Clark, você é a única coisa que me dá vontade de levantar da cama.

É uma linda história que a cada capítulo tem o poder de te surpreender, de te deixar ansiosa por mais, de te fazer pensar, de ver as coisas por outro lado, ter empatia. Com uma escrita maravilhosa que te faz ter a sensação de estar junto, e por várias vezes pensar que tudo é real.

Meu perfil no Skoob 
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Sinopse:
Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer com a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.
Onde comprar: Saraiva | Submarino | Americanas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adaptado por Isabelle Felicio

Tema Base por Butlariz