05/02/2016

Resenha: Isla e o final feliz

Vou começar confessando meu amor pela Stephanie Perkins, por ser uma autora maravilhosa, inteligente e muito romântica. Por passar através das palavras todos os sentimentos incríveis que se pode sentir quando se lê um livro. E principalmente, por realizar meus desejos literários de saber o que acontece com um casal de personagens quando o livro acaba.

A primeira coisa que Isla nos conta no livro é que o nome dela não é pronunciado "Is-la" e sim "Ai-la". Claro, passei o livro inteiro pronunciando na minha cabeça da forma correta, e me repreendendo quando pensava da forma errada. Super normal né? Isla é uma garota baixinha e muito tímida. É a irmã do meio. A mais velha é bem focada e a mais nova uma peste. Todas são ruivas. Eu adoro ruivos.

Kurt é o melhor amigo da Isla desde bebês, são como irmãos, sendo ele 1 ano mais novo. Suas mães são francesas e amigas. O nome dele completo é Kurt Donald Cobain Bacon, e sim, é uma homenagem a quem você está pensando, mas vai ter que ler para saber por quê. Ele é um amigo incrível e sempre busca o Melhor Caminho. Ele é louco por mapas e pesquisa tudo para saber qual o melhor caminho. Pra tudo! Ele gosta muito de rotina, ironia e sarcasmo não funciona muito com ele e tende a ser sincero demais, isso tudo porque ele é autista.

Eles estudam na School Of America in Paris, tão conhecida como SOAP (se você leu Anna e o beijo francês já sabe muito bem dessa escola e também do Josh e de muitas coisas desse livro <3). Desde o primeiro ano na escola Isla é apaixonada por Josh.

E então, nas férias que darão início ao seu terceiro ano, Isla passou por algum processo doloroso nos dentes e não consegue comer nada sem ser líquido, e vai a cafeteria para comer algo e o vê. Sentado, curvilíneo, com a ponta do nariz próxima da caneta. Josh ama desenhar. Talvez por estar tão grogue por conta dos analgésicos, ela chama seu nome.

Eles conversam naquela noite, ele a desenha, ela dorme e ele vai deixá-la em casa debaixo de bastante chuva.

No outro dia ela não lembra muito bem do que aconteceu, mas conta tudo a Kurt e eles decidem ir na cafeteria de novo para ver se ele está lá e pedir desculpas pela atitude provavelmente estranha dela. Mas ele não aparece. Será que ele não apareceu mesmo ou não teve coragem de entrar por algum motivo?
As férias passam, todos voltam a escola lá, depois de esclarecer alguns mal entendidos e ficar naquele clima gostoso de amigos que se gostam, é claro que acontece o tão esperado namoro. E acontece de uma forma tão fofa, tão maravilhosa que dá vontade de trocar, de entrar no livro e virar Isla.

O Josh é meio "tô nem aí" para quase tudo, mas claro que Isla percebe que é tudo uma mascara, ele é meigo e sensível. Apaixonado por desenho, inteligente e sabe o que quer. Ela tem muito que aprender com ele. Eles vivem coisas muito legais juntos e se arriscam bastante, ela vê coisas novas e ele até a convence a se inscrever e uma universidade que ela nem conhece, mas que a faria ficar próxima dele. 

O problema é que Isla tem tanto medo de se arriscar, de sair da zona de conforto, que confunde as coisas e faz algo que não deveria. 

E sabem, apesar de ser um romance adolescente, ele nos ensina bastante. Aprendi que devo me arriscar mais pelas coisas que quero, que mesmo que seja desconfortável, eu tenho que tentar.

Autora: Stephanie Perkins
Editora: Intrínseca
Onde comprar: Amazon | Saraiva

17 comentários:

  1. Nossa, já quero ler!!! Eu sou doida pra ler Ana e o beijo francês, desde o ensino médio. Eu não sabia que era uma série, inclusive descobri hoje no canal da Pam Gonçalves, mas não reconheci este livro que você resenhou. Eu amei a história, amei a sua resenha, ela é do jeitinho que eu gosto! Acho que eu gostaria muito de ler este livro, apesar de fazer um bom tempo que não leio livros adolescentes.
    Beijos
    http://virtualcheckin.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade não é uma série, são livros independentes, o que torna tudo mais legal né? Obrigada, espero que goste dos livros assim como eu.

      Excluir
  2. achei tão fofo e as capas desse livros da Stephanie são maravilhosos...os estrangeiros com capa dura são ainda mais lindos...preciso. Gostaria de perguntar se a escrita da autora é parecida com a da Paula Pimenta em Fazendo meu filme, pois já li a Paula e gostei bastante mas da Stephanie não li nada ainda....adoreia resenha e o blog é muito fofo bj
    http://theluckstar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca li Fazendo meu filme, quero muuuito mas não consegui comprar os livros ainda. Eu li apenas um conto da Paula, Cinderela Pop, e amei a escrita da mulher rs. Não posso dizer que são iguais, até porque cada um tem sua característica, digamos que lembram uma a outra.
      Obrigada pelo elogio <3

      Excluir
  3. Já li Anna e o Beijo francês da autora e fiquei com muita vontade de ler os outros livros dela. A capa desse livro é muito bonita e a história parece ser bem legal. Gostei de resenha.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  4. Parece ser muito fofa a história, já gostei dos personagens! Não faz muito o meu estilo de livros mas esse parece ter uma narrativa bem interessante.
    Beijos
    https://blog-mundodalua.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Tenho muita vontade de ler Anna e o Beijo Francês hahaha. Este livro parece ser muito bom, e a propósito, amei o teu jeito de escrever a resenha. Sua escrita é tão bela! Parabéns, adorei o post.

    ResponderExcluir
  6. Qual a relação entre os dois livros? São sequencia ou só aparece o mesmo personagem?
    Enfim, parece uma leitura facil, só acho que não muito meu estilo, e eu com certeza me apaixonaria pelo kurt! hhahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os personagens de outros livros dela aparecem nele e esses aparecem nos outros. É maravilhoso. Acho o Kurt é meio chatinho kkk

      Excluir
  7. Odeio romances mamão com açúcar... Essa história de namorinho fofinho e cheio de reviravoltas bobas mas, acho que um ou dois do gênero por ano para adoçar o coração é sempre bem vindo kkkk Obrigada pela resenha

    ResponderExcluir
  8. Já li um livro da autora, o Lola e o garoto da casa ao lado, gostei bastante da narrativa dela, acredito que irei gostar desse.

    ResponderExcluir
  9. Eu amo as histórias dessa escritora. A capa ficou bem diferente dos outros romances que eu li dela, mas linda também. Quero ♥

    ResponderExcluir
  10. Aiiiii, também realizei a leitura com todo cuidado para não pronunciar erradamente o nome kkkk e a zona de conforto é muito difícil abandoná-lo heim, precisa de muita força de vontade ou...

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Aaah, que história fofa!
    Me lembrou os livros que lia quando estava na escola (aqueles que a gente lia no bimestre e fazia uma prova porreta) :P
    Parece legal por isso, a ideia simples, adolescente e cheia de pequenas intrigas. Gostei :3
    Não é exatamente meu tipo de livro, mas pela nostalgia Valéria a pena lê-lo :D
    Bjooo:***
    Nerd de Pijama

    ResponderExcluir

Adaptado por Isabelle Felicio

Tema Base por Butlariz