22 de abril de 2016

Resenha: Extraordinário

Sabe quando você tem tanto pra falar sobre algo, já pensou diversas vezes em como começar e ainda assim faltam-lhe palavras? Quando você quer definir algo mas só lhe vem a cabeça o nome que já lhe foi estabelecido? Quando você precisa explicar o quanto foi importante pra você mas os sentimentos não lhe saem a boca? Então, Extraordinário fez isso e mais um monte comigo. E aposto que, se você já o leu, também aconteceu com você.

Em Extraordinário conhecemos a história do Auggie contada pela sua própria versão, da sua irmã Olivia e dos amigos que foram se formando ao longo do tempo. E o que faria essa história ser tão triste e tão feliz e maravilhosa ao mesmo tempo?

Certamente, a doença dele. Uma tão rara que nem ele lembra do nome, muito menos eu. August realmente não se descreve, mas ao longo do livro percebemos por outros alguns traços do seu rosto diferente. Ele não tem orelhas, seus olhos são no meio das bochechas, passou por uma cirurgia para obter um queixo. Imagina todas as pessoas olhando torto pra você? Algumas até com medo. Crianças então... 

Os pais sempre foram superprotetores, assim como a irmã, que não era tão calma quanto eles quando a questão era Auggie e pessoas olhando para ele. Com isso ele já estava acostumado, o problema agora era a escola. Ele nunca tinha estudado numa, tinha aulas em casa com a mãe. Mas ele já tinha 10 anos, estava perto dos 11 e precisava desse contato maior com as pessoas, não podia se "esconder" pra sempre, como fazia quando tinha seu capacete de astronauta que usara direto por dois anos seguidos.
Essa fase foi bem difícil não só para ele, mas para a irmã também, que estava com 15 anos, entrara para o ensino médio e todos sabem que essa é uma fase bem ruim. E depois de anos sendo um planeta que gira em torno do Sol (August), ela começou a sentir sentimentos diferentes em relação a ele. E sim, isso a fazia se sentir culpada. 

Então a história conta de uma forma extremamente tocante toda essa nova fase na vida de todos. De como lidar com uma criança diferente na escola, do preconceito das pessoas com Auggie sem nem mesmo conhecê-lo, de sentimentos, de sofrimento, das brincadeiras maldosas, de amizade verdadeira, de uma percepção completamente diferente da vida, de ser bom, corajoso, ter caráter. De ser grande.

Ele pôs os óculos de novo, folheou um livro e começou a ler:
- "A grandeza", escreveu Beecher, "não está em ser forte, mas no uso correto da força... Grande é aquele cuja força conquista mais corações..."
Ele engasgou mais uma vez, de repente. Antes de continuar levou dois dedos aos lábios por um segundo.
- "Grande é aquele cuja força conquista mais corações pela atração do próprio coração".

Pode ser que não te faça chorar, como eu, mas com certeza vai te deixar arrepiado em vários momentos. E a vontade de ser mais gentil que o necessário vai te tocar mais do que tudo.

No fim, só me restou a pergunta: por que eu não li essa história extraordinária antes? 

Autor: R. J. Palácio
Editora: Intrínseca
Onde comprar: Saraiva | Submarino | Americanas | Cultura

22 comentários:

  1. Eu já ouvi muito falar sobre esse livros, mas nunca tive o interesse de ler e nem de procurar uma resenha pra saber como é. Como eu tô atrás de conhecer novos gêneros de livros, resolvi ao menos dar a chance pra uma resenha e AMEI. Como eu nunca dei importância pra esse livro antes??? Ele com certeza vai pra lista quilométrica de livros que PRECISO ler/ comprar. Amei a resenha, Isa (já nas intimidades, kkkkkk). O seu blog é um amorzinho! Sucesso♥

    wwww.maratonadehobbies.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fiz o mesmo com ele, só dei importância porque minha prima praticamente me obrigou a ler kkk e eu amei DEMAIS. Obrigado por dar uma chance. E começa logo, a leitura flui muito rápido, nem vai ver o tempo passar.

      Excluir
  2. Ultimamente vi muita gente comentando sobre esse livro e realmente parece ser uma história incrível e emocionante. Pretendo ler em breve <3

    ResponderExcluir
  3. Que resenha linda e o livro deve ser mais ainda. Sobre esse negócio de sermos gentil, isso é verdade. Nunca sabemos o que o outro passa e saímos julgando, como se fosse a coisa mais comum do mundo. Eu com ctz choraria com esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é cheio dessas verdades que nos fazem pensar na vida.

      Excluir
  4. Extraordinário é um livro extraordinário aiuehuahe. Desculpa o trocadilho, mas cai muito bem nesse caso. O livro é realmente incrível. Ele me mudou de um jeito que não sei nem como descrever. Já leu os outros da autora que tem o Auggie como foco também? Comprei Auggie e Eu recentemente e tô amando cada frase ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É maravilhoso <3 não li não, esse foi até emprestado rs Mas quero MUITO!

      Excluir
  5. já ouvi falar bastante dele e já vi fotos lindas! Deve ser ótimo <3

    ResponderExcluir
  6. Nunca tinha ouvido falar,mas graças a blogs como o seu que faz resenhas de livros,retomei meu gosto por leitura e com certeza pela empolgação com que descreve,irei ler assim que possível,pois conseguiu transmitir esse desejo ao leitor

    ResponderExcluir
  7. Bacana a lição que ele deixa. É preciso gentileza hoje em dia, mais do que nunca. Parabéns pela resenha e pelo blog! Abraços!!
    !
    (https://antesdasobremesa.wordpress.com)

    ResponderExcluir
  8. EU AMO DE PAIXÃO ESSE LIVRO *-*
    August é muito amor, ele dá muitas lições! Me emocionei, ri, arrepiei, me ensinou ~ fiz muitas marcações de frases ~
    Tô louca pra comprar aquele livro de frases desse livro ^^ AMO AMO AMO!

    Vou te seguir lá no skoob (adoro essa rede social) :33 hihi
    Beijinhos <3
    http://pequenomundodesarah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E AGORA VAI TER FILME! Surtaremos? Sim ou óbvio? Kk também quero muito o das frases ♡

      Excluir
  9. Vejo todo mundo falando sobre esse livro e acredita que até hoje não criei vergonha na cara pra ler? E olha que sou apaixonada por livros e histórias encantadoras. Sua resenha só me fez ficar com mais vontade ainda de ler Extraordinário. Quem sabe dessa vez eu não leia? <3

    http://nostalgiacinza.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tu tem que ler ♡ não tem como não amar essa história!

      Excluir
  10. Adorei a resenha,mas nunca tive interesse nesse livro mas agora fiquei muito curiosa para ler...

    ResponderExcluir
  11. Esse é um dos livros que está na minha lista de "livros pra vida toda" <3 eu fiquei apaixonada pela história e desejei muito entrar no livro para poder abraçar vários personagens :)
    Beijos :*

    ResponderExcluir

Adaptado por Isabelle Felicio

Tema Base por Butlariz