1 de março de 2017

Resenha | O Desafio de Ferro

Callum Hunt é decididamente o único garoto que não quer passar no Desafio de Ferro. Sua vida toda foi repleta de alertas e avisos do pai para ficar bem distante da magia, que só tinham pessoas ruins no Magisterium, que eles não se importam se você é apenas uma criança e que se ficasse lá seria levado a morte. Alastair, o pai de Call, tinha sido um estudante de lá e se tornara um mago formado, mas decidiu sair após acontecimentos. Desde então vem cuidando do filho de forma que ele não queira ir para esse lugar.

Mas nada pôde ser feito, pois mesmo Call tendo sido o pior de uma turma enorme do dia do teste, ele fora escolhido por um Mestre, pelo melhor Mestre, e teve de ir para o Magisterium.

No começo ele fica muito abalado, com saudades do pai e com muito medo do lugar para qual teve de ir. Ele teve problemas com um garoto porque supostamente teria tomado o lugar dele, teve problemas com os dois colegas que faziam um trio com ele porque não era sério o bastante, tinha que andar muito e como tinha problemas na perna "atrasava" a equipe, segundo um garoto idiota que o perturbava. Além do medo de se perder naquele lugar enorme e de nunca ser encontrado pois era debaixo da terra e de ficar super entediado depois de um mês treinando a mesma coisa chata.

Mas o Magisterium começava a ter o seu lado bom. Com o passar do tempo ele percebeu que gostava de usar magia, de estar lá, de não ser tratado diferente nem escolhido por último por causa da sua perna, e gostava muito de, pela primeira vez na vida, ter amigos.
Os magos tinham um Inimigo, o Inimigo da Morte, que inicialmente era um aluno de lá, mas tinha um poder especial, o de dominar o poder do caos. E só alguém com poder semelhante poderia derrotar esse inimigo. O problema é que pessoas com esse poder eram raros, e o Tratado de Paz não duraria para sempre.

Se vocês pensam que sabe o que vai acontecer só por essa última coisa que falei estão muito enganados. A sensação que mais senti enquanto lia foi de me perguntar a cada momento o que ia acontecer. Nada que eu especulasse estava correto e tinham momentos que eu nem cogitava especular, simplesmente não me vinha nada criativo na cabeça sobre o que as autoras poderiam escrever a frente.

Nem preciso dizer mas já falando, me surpreendi muito com a leitura. É maravilhoso ler sobre mundos mágicos, poderes, magos e magia. Amei muito a história! Deve ser bem difícil escrever sobre o assunto porque quando pensamos nele logo relacionamos ao universo que a J. K. Rowling criou e não deve ser fácil escrever com essa sombra por cima, correndo o risco de ser comparado. E sim, temos uma escola de magia, um inimigo temido e um trio muito bom, porém uma história completamente diferente que vale a pena ser lida.

Mal posso esperar para ler o segundo livro!

Autoras: Cassandra Clare e Holly Black
Editora: Irado
Onde Comprar: Cultura | Saraiva | Submarino


11 comentários:

  1. A Cassandra é autora de Instrumentos Mortais, né? Pelo enredo que citou, a escrita dela logo tomou forma na minha cabeça e eu consegui imaginar a história como um todo ♥ Não conhecia o livro, mas adorei o contexto. Parece ser diferente, inusitado e ao mesmo tempo clichê, só que um clichê interessante e fora do mais do mesmo. Só de saber que há surpresas no meio da leitura já me cativa.

    ResponderExcluir
  2. Que livro interessante, até então não conhecia, mas agora estou bem interessada em ler, essa história me deixou curiosa. Ótima resenha

    ResponderExcluir
  3. Primeiro tenho que comentar que adorei a descrição do seu perfil ahhahahaha, acho que não conhecia seu blog ainda e achei tudo tão legal por aqui! ^^
    Segundo, agora sim hahahaha, eu sou apaixonada por histórias desse tipo sabe.. sou do tipo que odeia romances e acho tudo muito clichê... mas histórias como essas de fantasia apesar de não soarem "adultas" transformam meu coração!

    Memórias de uma Guerreira

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro história com magia rsrs pareço adolescente quando vejo esses livros, quero logo ler e terminar para começar outro. Pelo que você descreveu me pareceu um livro bem leve e divertido, fiquei com curiosidade para ler.

    ResponderExcluir
  5. Adoro tudo que envolve magia e livros que abordam esse tema. Ainda não conhecia O desafio de Ferro. Gostei muito da sua resenha e já anotei para ler depois

    ResponderExcluir
  6. Esse é o tipo de livro que eu amo, e me interessei muito pela história! Eu também amo ler sobre magia, criaturas mágicas e todo esse mundo. Com certeza já vai para a listinha. Pela sua resenha parece ser um livro ótimo e fiquei muito curiosa para ler, adorei!
    Beijos,
    http://www.nomundodaluablog.com/

    ResponderExcluir
  7. Parece até que você leu minha mente haha, antes de começar o último parágrafo já tinha pensado "nossa, parece até com Harry Potter" e você logo em seguida tocou nesse ponto hahaha. Eu não sou muito fã do Harry, mas até quem não é muito ligado nesse universo acaba sempre lembrando desse universo.

    beijos,
    deloucostodossomosumpouco.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bem? Depois de Harry Potter é impossível imaginar um mundo de magia que seja diferente de Hogwarts, ou dos feitiços usados pelo Harry ou Hermione <3 Ainda não conhecia o livro mas gostei muito da resenha e da indicação. Já está na minha listinha. Beijos, Érika ^^

    ResponderExcluir
  9. Adoro tudo que envolve mágia e concordo deve ser realmente muito díficil escrever nas sombras de Harry Potter, de começo pensei que seria só mais um livro igual a tantos outros mas o final da sua resenha me deixou muito curiosa para ler o livro.

    Beijos e sucesso com o blog!

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Não conhecia nenhum trabalho dessa autora mas gostei muito e sem duvidas vou começar a acompanhar .
    Adorei sua resenha ,beijos !

    ResponderExcluir
  11. Amei! Não conhecia essa autora nem o livro. Mas amei, vou procurar mais sobre o livro e quem sabe até ler 💜

    ResponderExcluir

Adaptado por Isabelle Felicio

Tema Base por Butlariz